segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Verdades

Exitem tantas verdades,
Em meu coração,
Que chego a desconhecer,
Chego a esquecer,
Não quero procurar...
Verdades cálidas,
Muitas sofridas,
Nascidas de feridas,
E momentos de dor...
Verdades da alma,
Verdades de amor...
Aquelas que nascem sem
Sabermos onde e porque...
Transbordam calor,
Fervor...
Transbordam o bonito do ser...
Existem as verdades,
Que quero esquecer,
Outras que gostaria de conhecer...
Aquelas que estão por nascer...
As minhas verdades,
Me fazem colher,
Os frutos,
Da vida semeada...
Me fazem crescer...
Plantar...
Crescer e mais uma vez voar...
Existem verdades...