segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Reflexo

Ahh que o que há de comum,
Em muitos pareça incomum,
Que sentimentos exalam o frescor da paz, do amor e da sintonia!
O que há de anormal,
Pra muitos que são "normais",
Não sabem a grandeza de ser louco,
Doido, Varrido,
De chorar de rir, de rir por chorar!
De cantar no chuveiro,
De dançar na chuva!
De beijar o espelho...
Eu sou louca, por que amo...
Eu amo pessoas loucas...
Eu amo um sol, umas estrelas,
Fada, bruxa, doendes,
Algumas princesas, minha rainha!
Sou louca porque os normais,
Me ditaram assim!
Eu sou o que eu sou!
Louca, feliz!
Amada do Pai...
Reflexo do espelho do amor!